segunda-feira, junho 26, 2017

As Poéticas Crônicas De Asin Du An No In - Somente De Mim Vem O Fogo - Canto LXXVI

    

Stardust - Cameron Gray

O Puríssimo
Se Encontra Entre
Chamas Que Escondem
A Minha Verdadeira
Face Revelada.
O Puríssimo
Se Assemelha Ao
Ponto Navegável
Entre Os Palcos
Da Grande
Existencial Estrada.
O Puríssimo
É Primordial Essência
No Grande Caminho
Onde Encontro
Com A Tua
Verdadeira Essência.
O Puríssimo
Cresce Entre As
Folhas Da Árvore
Da Vida
E Renasce Nas
Folhas Da Árvore
Da Morte.
O Puríssimo
Se Manifesta Entre
As Vestimentas
Do Alto
E A Poucos Chega
Nas Vestimentas
Do Baixo.
O Puríssimo
Chega Ao Navio
Daqueles Que Navegam
No Infinito
Do Grande Oceano
Que Eu Sou
Ao Navegar Eterno
Em Mim Mesmo.
O Puríssimo
Carrega As Almas
Que Dançam Excelsas
Nos Realizáveis
Planos Ocultos
Do Meu Fátuo
Coração.
O Puríssimo
Pode Ser Teu,
Fátuo Caminhante
Nas Florestas
Da Realidade Maior
Onde Tua Alma
Nada Em Direção
Ao Poço Da Purificação.
Eu Sou Este Poço.
Tu Podes Ser O Poço.
Eu Não Posso Ser
O Que Tu És.
Tu Podes Ser
O Que Eu Sou.
Puro.
Plenamente Puro.
Densamente Puro.




Nenhum comentário: