quinta-feira, maio 04, 2017

As Poéticas Crônicas De Asin Du An No In - Somente De Mim Vem O Fogo - Canto LXX


Paper Planes And Promises - Cameron Gray


O Vôo Dos Espíritos
Dentro De Mim
É O Centro Realizador
Do Maior Ritual
De Despertar
Para Cada Fogueira
Que É Acesa
Nos Mundos De Minha
Infinita Criação.
O Vôo Das Mentes
Dentro De Mim
É O Verso Poetizado
De Todo Aquele Que
Por Si Mesmo É
Um Alto Incendiado
Necessitando Doar
Suas Altas Chamas
Tanto Aos Ricos
Quanto Aos Pobres
De Coração.
O Vôo Dos Corpos
Dentro De Mim
É O Ritmo Maior
Dos Que Estão
Retos Retornando
Ao Berço Onde Sou
Por Eles Chamado
De Única Mãe
E Único Pai.
Voar É A Linguagem
Da Verdadeira Liberdade,
A Linguagem Nos Lábios
Dos Pássaros Que Estão
Dentro De Mim
Em Chamas.
Voar É A Meta
Da Verdadeira Grandiosidade,
A Meta Daqueles Que
Sacrificam No Fogo
As Suas Efêmeras Carnes
E Santificam Em Mim
Os Seus Eternos Espíritos.
Voar É Pegar Fogo
Nos Firmamentos Que
Em Mim São
Os Únicos Firnamentos
Onde É Possível
Verdadeiramente Voar.
Voar
Em União Comigo.
Voar
Em Conjunto Comigo.
Voar
Em Síntese Comigo.
Voar,
Buscadores Do Fogo
Que Eu Sou,
Como Eu,
O Único Pássaro
Do Fogo,
Vôo Pelos Firmamentos
De Vossos Corações.




Nenhum comentário: