domingo, fevereiro 19, 2017

As Poéticas Crônicas De Asin Du An No In - Somente De Mim Vem O Fogo - Canto LXIV


Awake Could Be So Beautiful - Cameron Gray


Por Entre As Tribos
Que Cantam Em Redor
Do Meu Fogo
Me Encontre Gigante
Nas Almas Do Todo.
Por Entre Os Tronos
Ocupados Por Aqueles
Que Imperam Dentro
Do Meu Fogo
Me Encontre Gritante
Como O Comandante
Das Legiões Que Guerreiam
Nas Fogueiras Do Todo.
Por Entre Os Vales
Ocupados Pelos Que
Se Consomem Bebendo
Do Meu Fogo
Me Encontre Agitante
Dos Mundos Representantes
Do Meu Verbo
Nos Livros Do Todo.
Por Entre Os Oceanos
Onde Todas As Ondas
São As Faces
Do Meu Fogo
Me Encontre Insinuante
Como O Maior
Dos Peixes
A Nadar Profundamente
Nos Tempos Do Todo.
Por Entre As Muralhas
Das Torres Definidas
Pelos Momentos Maiores
Do Meu Fogo
Me Encontre Medindo
Na Forma De Perfeitos
Geômetras Vivos
Todas As Vestes Do Todo.
Por Entre As Nuvens
Dos Céus Tocados
Pelas Fulgurações
Do Meu Fogo
Me Encontre Realizando
A Dança De Pássaros
Que Se Tornam
Chamas Glorificantes
Das Escadarias Do Todo.
Por Entre Tudo No Todo
Que Pode Ser No
Grande Silêncio Por Mim
Erguido Na Tua Alma
De Caminhante
Do Meu Fogo
Me Encontre Residente
Nas Moradas Indeléveis
Do Teu Todo.
Me Encontre Completo.
Me Encontre Absoluto.
Me Encontre Sólido.
Me Encontre Próximo.
Me Encontre Quando Tu
Te Encontrares
No Teu Fogo.




Nenhum comentário: