sábado, abril 16, 2011

As Poéticas Crônicas De Asin Du An No In - Somente De Mim Vem O Fogo - Canto XIV


Incinerado É O Caminho

Do Amor,

Incinerado Pelo Louvor

De Meu Amor.

De Todas As Canções

De Alto Amor

A Mim Direcionadas,

As Que Levam As Asas

Batendo Em Uníssono

Clamando Pelas Chamas

Do Meu Nome

São As Que Mais

Possuem Valor.

Cantem Meu Nome

Em Chamas

Nas Chamas De Vossos

Corações.

Clamem Pelo Meu Nome

No Fogo

Dentro Do Fogo De Vossos

Corações.

Sejam Canções Juntos

Comigo,

O Vosso Pai Incinerador,

O Revelador Dos Mistérios

Do Santo Orador

Presente Nos Lábios

De Todos Os

Verdadeiros Filhos

De Minha Fé.

Tenham Fé Nas Chamas

Do Meu Santo Louvor,

Sou Deus Incinerador,

O Panteão Sagrado

Da Unidade Que

Eu Sou.

Não Temam Meu Poder,

O Poder Que Eu Sou.

Não Tremam Diante

Do Meu Poder,

O Poder Que Eu Sou.

Sou A Canção Da Vida

Nos Hinos De Louvor

Que Incendeiam Os Lábios

De Todos Os Filhos

Do Verdadeiro Amor

Que Eu Sou.

Cantem Para Mim

Em Chamas.

Cantem Em Mim

Nas Chamas.

Cantem Por Mim

Sendo Chamas.

Escutem A Melodia.

A Melodia Dos Céus.

A Melodia Da Vida.

Nenhum comentário: