sábado, janeiro 24, 2009

Densas Altas Ondas Dos Versos Da Existencialidade


Mar

Grande Mar

Eu Amo

O Universal


Mar

Grande Mar

Eu Sou

Do Universal


Mar

Grande Mar

Sou O Menor

No Universal


Mar

Grande Mar

Sou O Fundo

do Universal


Mar

Grande Mar

Creio No Berço

Do Universal


Mar

Grande Mar

Danço No Colo

Do Universal


Mar

Grande Mar

Rodopio Nos Braços

Do Universal


Mar

Grande Mar

Peixinho Sou

No Universal


Mar

Grande Mar

Peixinho Vou

Ao Universal


Mar

Grande Mar

Peixinho Pergunto

Ao Universal:


O Que Tu

Me Perguntas

Universo

De Um

Universo?


O Que Tu

Me Perguntas

Universo

De Um

Infinido Verso?


O Que Tu

Me Perguntas

Universo

De Um

Produtor Verbo?



O Um Silencia-Se.

O Universo Silencia-Se.

O Verso Silenci-Se.

O Verbo Silencia-Se.

O Grande Mar...

O Grande Do Mar...

O Grande Um Do Mar...

Um, Tu Me Tens Em Ti A Novamente Nadar!

Um, Tu Me Tens Em Ti A Novamente

Ser Um Peixe Dos Peixes Que Tu És!

Um, Tu Me Tens...

Um, Tu És O Silêncio De Ondas...

Um, Tu És O Silêncio D'Alma Minha De Anjo Caído...

Um, Meu Silêncio...

Um, Tu És Meu Silêncio...

Um, Tu És Meu Grande Silêncio...

Sou Teu Anjo Que Caiu...

Sou Teu Anjo Inominável Que Caiu...

A Noite, A Grande Noite No Grande Mar, Me Silencia!

Nunca Nadei Tanto!

Nunca Chorei Tanto!

Nadar...

Chorar...

Inominavelmente, No Grande Mar...

Inominavelmente, No Silêncio Do Grande Mar...







Nenhum comentário: