sábado, dezembro 29, 2007

Passos Da Una Ascensão Preferível Ao Alto Jardim


- Uma Certeza podemos ter, Irmãos Existenciais Inomináveis. Posso dizer aqui, diante de Gaia, Seyin, Vossa Filha, A Certeza Preferível Nossa?

- Tu tens esse Inominável Direito, Alyn.

- Seyin, An Ya El, Rvekkeyll, Abeyraell, Letycyell, Gemelleyll, Sa My Na, Ran e Bayn, A Inominável Certeza Dos Inomináveis É A Atitude Velando Pela Amplitude De Suas Sendas Na Verdadeira Estrada Entre As Luzes E As Trevas. Estou me desvinculando, pouco a pouco, da minha inferior condição humana, estou me desvinculando... Por muitas Existências, Irmãos Existenciais Inomináveis, eu me alimentei das Humanas Trevas.. Por muitas Existências, Irmãos Existenciais Inomináveis, eu me alimentei das Humanas Luzes... As Humanas Trevas São Falsas Trevas Na Criação. As Humanas Luzes São Falsas Luzes Na Criação. Antes de toda minha chegada até minha atual Condição Evolutiva Já Ascendida À Alta Evolução, Comi De Muitas Pedras Jogadas Nos Caudalosos Rios Pegajosos Dos Inferiores Rios Que Correm Pelos Relevos Humanos Da Inferior Existencialidade. Como eu fui cega temendo afastar-me da humana vida comum... Como eu fui fraca tentando engolir mais daquele Falso Alimento, tentando, conseguindo, me engasgando, vomintando esporádicas tentativas de me sentir superior em algum momento da Estrada... Tudo que eu tentava era o pó tornado pó, mesmo diante da Presença de Asin, meu Pai... Asin, Guia, Pai, Mestre, Irmão, mesmo sem querer Ser Guia, Ser Pai, Ser Mestre, Ser Irmão. Nascida Da Mulher Inominável que ele trazia em si, Vejo nestes meus instantes finais como humana, toda a trajetória daquele que nos reuniu aqui e Daquele que nos uniu, nos Despertando para a Inominabilidade. Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu quando no Alto estava... Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu quando co Alto Caiu por Lydyan... Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu quando Lydyan não mais pôde continuar ao lado dele em sua Caminhada Terrestre... Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu Caminhando e me gerando de mulheres que ele nem mesmo chegou a ter uma paixão... Sinto cada um dos meus nascimentos através de atos nos quais meu Pai encarnou O Amor Alto ainda em seu Quedante Ser, tornando, por poucos momentos, durante as minhas concepções, tudo como Ato De Verdadeiro Amor. Chegou-se, então, à minha Existência Definitiva, esta, e eu, aqui no Útero De Gaia, Desperta Para O Alto, Elevada Ao Alto, após Quedas Muitas E Ascensões Muitas, Equilíbrio Daqueles Que Na Origem Original De Todas As Coisas Marcados Em Suas Almas Eternas Foram Para Serem Inomináveis. O Alto Jardim... O Alto Jardim aguardando-me... O Portão Do Alto Jardim Já Está Aberto... O Alto Jardim, que saudades... O Alto Jardim, que saudades... Estou de volta... Estou de volta a Ele...

- Vosso Pai, nosso Guia, Mestre, Irmão, chegou até Ele.

- Chegou, Seyin, Vemos que ele chegou...

- O Pescador.

- O Mestre Pescador.

- Sou O Pai Da Terra, mas Ele acima de mim está desde que mergulhado no Berço Do Um estavas, junto comigo. Sou O Pai Da Terra, mas Ele merece Verdadeiramente Ser O Verdadeiro Pai Da Terra. E Ele O É. Aguardemos Asin retornar, Veremos Se Inomináveis Peixes Como Nós Livremente Poderão Nadar. A Inominável Pesca, nós, Os Inomináveis, ansiamos pela Inominável Pesca.

- A Rede Lançamos.

- E Colhemos Sempre Outros Inomináveis Peixes.




Nenhum comentário: