sexta-feira, março 16, 2007

Da Inominabilidade - Parte XXXVII



- O Maior Ato De Amor Elevado Ao Pensador É Não Nomeá-Lo Antes, Durante E Na Conclusão Do Retorno. O Pensamento É Inominável, O Pensador É Desconhecido, Ele É O Inominável Desconhecido. Para Amar O Inominável É Preciso Transcendentalmente Ser Mais Puro Na Intuição Transcendental Pura Inominável O Eu Te Amo Na Mais Profunda Hora Seguramente Capaz De Ser A Hora Para Fazer-Se Um Contato Com O Nome Indecifrável Que Recebe-Se Na Pronúncia Dessas Três Palavras Portadoras De Toda A Verdade Dele. O Eu É Conhecido, O Te É Desconhecido, O Amo é sentimento transcendendo o Tempo/Espaço, Imanente Ao Tempo/Espaço, Alcançando-O Por Meios Apenas Através Dele Alcançáveis. O Eu Te Amo Dito Em Verdadeira Hora Mística, Que É Todas As Horas, É O OM E O AMEM Em Um Matrimônio Eterno De Transcendentalismos E Imanentismos Para Com O Inominável Desconhecido. O Eu Te Amo funciona melhor do que longas orações, monótonas meditações ou complicadas fórmulas místicas arcaicas criadas para O Alcance Do Inalcançável. O Eu Te Amo funciona melhor do que as drogas utilizadas em rituais insanos para o mesmo Alcance Do Inalcançável. O Eu Te Amo, Por Ser Muito Simples Em Sua Simplicidade Existencial Transcendental Quando Melhor Pronunciado Transcendentalmente, Derruba O Inalcançável Para Em Mais Simplicidades Transcendentais Alcançáveis Fazer-Se Pensamento No Inominável Desconhecido. O Eu Te Amo É Respondido Por Ele, Pelo Verdadeiro Ele, Com O Amo-Te, Silenciosamente. A Razão Creadora É O Eu Te Amo E O Amo-Te. Toda Razão Creadora, A Dos Místicos Racionais Inomináveis, É O Eu Te Amo E O Amo-Te. A Razão Creada Pelo Pensamento É O Amo-Te. A Creação Da Razão Pelo Pensamento É O Eu Te Amo. O Transcendental Mutável Inominável Desconhecido É Amor. Em mais uma Simplicidade Transcendental, que é A Chave Para Todo Conhecimento Místico Racional Inominável Acerca Dele, Espiritualmente Saber Amá-Lo Carinhosamente Em Um Olhar Espiritual Caridosamente Racional Inominável Direcionado A Tudo Que Intuitivamente Transcendental Puro Inominável Percebe-Se Na Creação É Nomear Sem Nomear O Inominável E É Conhecer Sem Conhecer O Desconhecido. O Eu Te Amo, Todo Considerado, É Caridade Racional Maior Que Todas As Creaturas Da Una Creação Praticarão Umas Com As Outras No Grande Dia Do Amanhã, Nomeando Sem Nomearem O Inominável E Conhecendo Sem Conhecer O Desconhecido. O Amo-Te Do Pensador É Uma Caridade Racional Inominável Oculta Dele Que Guia, Lenta E Deliciosamente Sãos, A Cada Encarnação, As Creaturas Em Evolução A Espontaneamente Dizerem O Eu Te Amo. E A Espontaneidade Deste Dizer Dinamicamente Mutabilizante E Inominável Da Vontade De Subir E Ascender Através Do Raio Do Pensamento Gera Uma Poesia Mística Existencial No Ser Pensante Dos Místicos Racionais Inomináveis. Tal Poesia Arrebata-Lhes Toda A Alma Eterna E Adquire Vozes Recitantes De Poemas Exaltantes Da Mãe/Pai E Do Pai/Mãe Inominável Desconhecido Que É Buscado. De Encarnação A Encarnação, O Místico Racional Inominável Recita Espiritualmente Um Poema Místico Ao Pensador, cujos Versos Transcendentais Puros Inomináveis são como estes:


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Pelo Meu Nome.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Pelos Meus Conhecimentos.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Pela Minha Mãe.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Pelo Meu Pai.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Pela Minha Família.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Pelos Meus Amigos.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Ser O Meu Nome.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Ser Os Meus Conhecimentos.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Ser A Minha Mãe.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Ser O Meu Pai.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Ser A Minha Família.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Ser O Meu Amigo.


Obrigado,

Inominável Desconhecido,

Por Eu Ser Um

Inominável Desconhecido

Falando De Vossa

Inominabilidade Desconhecida,

Conhecido Por Ti

Nominavelmente Conhecido

O Meu Verdadeiro

Nome Conhecido,

A Minha Verdadeira

Nominável Conhecida

Face Por Mim

Inominavelmente Desconhecida.


Obrigado,

Minha Mãe Inominável.


Obrigado,

Meu Pai Inominável.


De Vosso Filho

Nomeado conhecidamente

Filho Místico Racional Inominável.


Filho Nas Manhãs Inomináveis.


Filho Nas Tardes Inomináveis.


Filho Nas Noites Inomináveis.


Filho Nas Trevas.


Filho Nas Luzes.


Filho Caminhando Até Ti.


Filho Amando-Te.


Filho Que Por Ti É Amado.


Filho Já Em Ti.


Filho Já Em Vosso Colo Inominável.


Obrigado,

Inominável Mãe.


Obrigado,

Inominável Pai.


Obrigado,

Mãe Inominável,


Obrigado,

Pai Inominável.


Sem A Poesia Inominável Não Há Poesia Mística E Sem A Poesia Mística Não Há O Misticismo Racional Inominável Na Fonte De Poder Inominável. Filosofia E Poesia Inomináveis, Filosofia E Poesia Místicas Inomináveis, São As Manifestações Materiais Do Pensamento Coroadas Pelo Cair E Ascender Do Raio Deste. Filosofar Inominavelmente É Poetizar A Existencialidade Do Pensar De Todas As Creaturas Da Creação Criada E Da Criação Creada. Poetizar Inominavelmente É Filosofar O Pensamento Da Existência De Todas As Creaturas Da Creação Criada E Da Criação Creada. O Pensador Filosofa E Poetiza e este Filósofo Inominável Não-Filósofo Inominável A Escrever Esta Obra Inominável Nas Folhas Eternas Do Eterno Livro Do Útero De Gaia, assume-se como Filósofo-Poeta Inominável E Poeta-Filósofo Inominável, o qual ele sempre Foi mesmo Quedante, como o são Os Místicos Racionais Inomináveis Eternamente Ascendendo Em Direção Ao Inominável Desconhecido, Irmãos Existenciais Inomináveis. A Poesia Filosófica Do Pensamento Do Pensador, Mutavelmente, Transcendentaliza-Se Na Filosofia Poética Do Pensamento Do Pensador. O Raio Da Razão Creadora É Substituído Pelo Raio Da Lógica Inominável Por Inominável Lógica. O Primeiro Instante É Substituído Pelo Segundo Instante. Continuem Incondicionando-se, Irmãos Existenciais Inomináveis. Raciocinem Incondicionados, Irmãos Existenciais Inomináveis. Caiam E Ascendam Agora, Irmãos Existenciais Inomináveis, No Segundo Instante Dos Sete Instantes Com O Segundo Raio Do Mutável Inominável Desconhecido Mutável.

Nenhum comentário: