segunda-feira, março 26, 2007

Da Inominabilidade - Parte XL


- O Verbo Creador Deve Ser Evocado E Invocado Sem Evocações E Invocações Pelas Creaturas Da Una Creação Que Compreendem Todas As Formas Do Misticismo Racional. O Místico Racional, de toda Linhagem Mística, não deve tomar como guia ou inspiração as palavras de outros escritas em livros ou transmitidas oralmente. O Místico Racional Deve Escrever Para Si O Seu Próprio Livro E Ser O Seu Próprio Guia Nas Palavras Verdadeiras Pelos Seus Lábios Pronunciadas Transmitindo-Lhe O Seu Próprio Verdadeiro Aprendizado No Retorno. Este Filósofo Inominável Não-Filósofo Inominável, Irmãos Existenciais Inomináveis, ao criticar o Misticismo Comum e os Místicos Comuns, quer afirmar que Toda Ação Mística Verdadeira De Amor Espiritual Verdadeiro À Mãe Verdadeira, Ao Pai Verdadeiro, Deve Servir De Força De União Para Com O Todo E Não Separatismo No Todo, não a creação artificial de um misto de poderes interiores fúteis e desnecessários. O Místico Comum, que isola-se em seu mundo, é Assassino Do Verbo Creador e nulo na civilização à qual pertence em qualquer planeta da Una Creação. O Místico É Racional Quando Aprende A Conjugar O Verbo Creador Com O Todo, Não Vendo Ou Antevendo Nenhuma Diferença Espiritual De Maioridade Ou Menoridade Existencial Entre As Creaturas Creadas. O Místico É Racional, Puramente Lógico Racional, Quando, Incondicionadamente, Pronuncia, Dirigindo-Se Incondicionalmente A Outro Místico Racional, A Um Místico Comum E A Um Não-Místico Racional, Amando-Os E Amando-O Igualmente, Irmão Existencial Inominável. Irmão Existencial Inominável, Saído Dos Lábios De Um Místico Racional Inominável Desta Filosofia Inominável, Determina A Mutabilidade Do Verdadeiro Conhecimento Da Essência Das Outras Creaturas Sem A Necessidade Dos Nomes. Essa É Uma Forma De Conjugar O Verbo Creador. Essa É Uma Forma De Ser Um Místico Racional. Todo Místico Comum pode ser um Místico Racional à sua maneira e à de sua Fonte De Poder. Todo Misticismo pode ser Racional à maneira de seus Adeptos e à de suas Fontes De Poder. O Conjugar Verbal Da Mãe, Do Pai, É O Mesmo Para Todos Os Construtores Místicos Da Conjugação Verbal Do Verbo Creador. Em Uníssono, Para O Grande Dia Do Amanhã, Cada Vez Mais O Misticamente Racional Anunciará A Comunidade Da Una Creação, Na Qual Todos Adquirirão, Nadantes Realmente Na Mãe Verdadeira, No Pai Verdadeiro, As Vestimentas Espirituais Perfeitas Dos Cristos De Cristos. Talvez, Irmãos Existenciais Inomináveis, acumulando mais Saber Quedante De Anjo Caído Da Inominabilidade agora, este Filósofo Inominável Não-Filósofo Inominável pode racionalmente intuir sobre uma concepção da Mãe Verdadeira, do Pai Verdadeiro, como Inominável. O Inominável, em Sua Sabedoria Creadora, conforme então essa Visão Quedante deste Filósofo Inominável Não-Filósofo Inominável, Visão, mesmo assim, Elevada Conforme A Inominabilidade, Desperta Em Todos Os Seus Filhos, De Todas As Fontes De Poder, Ou Aos Que Nela, Aos Que Nele, Não Crêem, Silenciosamente, Lentamente, Pelas Cegas Ignorantes Encarnações Materiais Até A Iluminada Encarnação Material Para A Verdadeira Verdade, A Sabedoria Creadora. Sua Essência Insondável Torna-Se Sondável Aos Filhos Creados Que Novamente Sentem-Se No Útero Materno/Paterno Inominável. O Retorno É O Adentrar Serenamente Mais Profundo No Útero Materno/Paterno Infinitamente Fértil Que Fértil Fortalece A Fertilidade Existencial Dos Seguidores Do Caminho Místico Racional Desta Filosofia Inominável, a qual não é uma especulação, sob uma Ótica Inominável de sinceridade, acerca do Visualizar Espiritual De Sua Natureza. O Adentrar Infinito No Útero Materno/Paterno, A Cada Encarnação Material, Faculta Ao Místico Racional Infinitamente O Nascer E O Sentir O Nascer De Todas As Creaturas E De Todas As Creações. Sentindo O Nascer Inominável, A Sabedoria Creadora Mística Racional Compartilha Do Raio Do Nascer Inominável. Raio Este Que Cai E Ascende Da Terra Mais Imunda Ao Firmamento Mais Puro, Tecendo Tecidos Creativos De Uma Veste Inominável Denominada A Veste Dos Atos Verbais Do Verbo Creador. Sendo De Tecido Inominável, A Veste Encontra-Se Com Todos Os Revestimentos Materiais E Espirituais, Emoldurando-Os À Velocidade Do Cosmicamente Infinito Pela Teia Compositora Do Teor Existencial Da Realidade. A Veste Revestindo O Kosmos É A Impulsionadora Dos Atos Verbais Inomináveis, Da Poesia Do Poeta Inominável Conjugando Os Versos Poéticos Do Poema Da Una Creação. A Veste É Inominável. Os Atos Verbais São O Inominável. O Poema É O Inominável. A Mutabilidade Verbal, Toda Presente Nos Atos Verbais, É O Inominável.




Nenhum comentário: