terça-feira, fevereiro 27, 2007

Da Inominabilidade - Parte XXV


- O Inominável, A Percepção Do Infinito Transcendental Puro Inominável Contido Na Inominabilidade, Tilinta Neste Filósofo Inominável Como Infinitos Sinos Infinitos N’alma Tocando, Narrando Textos Inomináveis Cujo Autor Inominável É Todo Texto. A Filosofia Inominável conduz à especulação e à Afirmação De Verdades Nascidas De Especulações Transcendentais Puras Inomináveis intuitivamente e, conforme a Intuição Transcendental Pura deste Filósofo Inominável, ele está certo, está errado, deve estar certo ou deve estar errado quanto ao falar Daquilo Que É O Pai Verdadeiro Que Tudo Moldou Revelando-Se Através De Infinitas Fontes De Poder. Por tratar de especular no Interior Transbordante De Modificações Do Ritmo Mutável De Toda A Criação, Irmãos Existenciais Inomináveis, não chega a uma conclusão este Filósofo Inominável que possa ser A Conclusão Definitiva Acerca De Todas As Coisas Existentes; assim ocorre também com tudo “Imutabilizado” institucionalmente que fala de um “Deus” conforme o leso plano de detalhar uma falsificação excelentemente comercializada, cuja patente pertence ao pensamento religioso externo. O que se fala do Inominável Desconhecido e de todas as Originais Faces Do Pai Criador Reveladas Em Infinitas Fontes De Poder através da denominação “Deus” e de diversas outras denominações, É O Que Ele Não É. A Intuição Inominável, A Verdadeira Na Fonte De Poder Inominável, A Mutação Transcendental Pura Da Intuição Transcendental Pura, é a do Místico Racional Inominável; porém, afirmar fora do Misticamente Racional o que é uma Intuição Verdadeira é Tentar Falar De Um Vácuo Sendo Todo Vácuo. Não cabe a este Filósofo Inominável afirmar-se intuitivamente correto ou não-correto sobre o que se discorre, discorreu ou discorrerá nesta Obra Inominável De Esclarecimento Da Fonte De Poder Inominável, Irmãos Existenciais Inomináveis. Este Filósofo Inominável é apenas um Ser Caído, um Ser Quedante, Tocando Elevadamente Quedante Em Assuntos Transcendentais Através De Uma Voz Inominável Ainda Nele Que Atua No Interior Dos Seus Alcances Místicos Racionais Inomináveis.

Nenhum comentário: