terça-feira, fevereiro 20, 2007

Da Inominabilidade - Parte XIX


- Este Filósofo Inominável De Asas Quedantes não está atendo-se e atando-se ao termo “sublime” como um tipo de fanatismo dogmatizante, Irmãos Existenciais Inomináveis. É impossível a este Filósofo Inominável não afetar-se com O Visualizar Do Que Significa O Não-Nomear No Plano Todo Do Investigar Filosoficamente Inominável A Objetividade E A Subjetividade De Todas As Coisas Automanifestadas E Moldadas. Uma Filosofia Do Verdadeiro Não É A Filosofia Inominável, Uma Terra Verdadeiramente Transcendental Na Qual A Plena Verdadeira Mutação É A Chave Da Determinação De Um Verdadeiro Esforço Ao Incondicionamento Cada Vez Mais Fluente Nas Terras Da Inteligibilidade Intuicional Transcendental Pura Inominável. Caem nas terras inomináveis de tal afeto inominável ao Não-Nomear e ao Verdadeiro Não as delícias de um discorrer discursivo sobre o significado da Verdadeira Transcendência, a qual este Filósofo Inominável em tudo percebe com Olhos Intuitivos Transcendentais Puros Inomináveis novamente, como vós, Seyin, me fizestes voltar a assim Tudo Perceber Inominavelmente. Confessa este Filósofo Inominável, Irmãos Existenciais Inomináveis, que ele ainda nomeia tudo que fenomenologicamente percebe do mundo visível e do mundo invisível, este intuitiva e intelectualmente concebido a partir de sua Visão Espiritual Quedante, e apenas Rascunhos Leves De Grandes Textos são visualizados. Esta Filosofia Inominável poderá receber talvez um nome, caso pela Humanidade seja conhecida em partes através de algum daqueles que Enxugaremos As Lágrimas, como o por este Filósofo Inominável acima descrito, "A Filosofia Do Não”; e talvez até os de “Filosofia Intuitiva Transcendental Pura Inominável”, “Filosofia Mística Racional Inominável” ou “Filosofia Do Filósofo Inominável Que Do Alto caiu E Que Não Gostava De Nomear As Coisas Que Ele Observava No Mundo Fenomenal Baixo”. É No Conjunto Do Nomear Que O Conjunto Teórico E Prático Da Inominabilidade É Compreendido e do enxame que futuramente advirá do examinar desta pelos futuros novos Filósofos Do Grande Dia Do Amanhã, de heterogêneas Fontes De Poder, exames com críticas destrutivas (certamente a maioria) e construtivas (talvez apenas uma), pois, mesmo estando todos unidos em Nosso Pai Em Sopro, Irmãos Existenciais Inomináveis, Sabemos Que As Diferenças São Eternamente Mutáveis E Permanecem Para Que Haja O Equilíbrio Da Balança Existencial Do Todo E Do Nada. Contudo, O Algo Inominável, O Algo Da Origem Inominável De Tudo, A Fonte De Poder Inominável que guia cada Palavra Verdadeira desta minha Obra Inominável De Esclarecimento Do Caminho Da Fonte De Poder Inominável, guia este Filósofo Inominável na seguridade do que surge no Papel Eterno A Inscrever-Se Através De Uma Pena Ardente Em Revoluções Inomináveis Presentes Inominavelmente Em Seus Lábios. Todo este recente discernir sobre o futuro desta Obra Inominável contém O Místico Elemento Transcendental Puro Inominável do qual, sob a Visão deste Filósofo Inominável, desenvolve-se O Princípio Da Inominabilidade, explicativo tanto da Coisa Maior Inatingível Por Ser Mutável Na Fonte De Poder Inominável E Em Todas As Fontes De Poder (O Inominável Desconhecido) como das Coisas Menores Atingíveis Pela Efemeridade De Todas As Coisas No Baixo (os fenômenos e os objetos). Para falar do Inatingível e dos Atingíveis, os quais coabitam conforme esta Filosofia Inominável no Inominável, Irmãos Existenciais Inomináveis, será imprescindível apresentar o Místico Racional A Transitar Pelos Caminhos Ocultos Inomináveis. Este é o assunto que tratarei aqui a seguir, no Útero De Gaia, no qual este Filósofo Inominável procura Logicamente Racional Inominável expor A Visão Teórica E Prática Do Misticismo Racional Inominável. A Prática origina-se da espontânea colaboração do raciocínio de um ente possuidor de Anseios Transcendentalistas que possam agir em suas mente, corpo, Espírito E Alma Eternos. Continuem incondicionando-se. Raciocinem incondicionados. Mutáveis racionalmente sejam no continuar deste Ouvir A Minha Leitura Inominável Da Fonte De Poder Inominável incondicionadamente.

2 comentários:

Anônimo disse...

NãoSouEuéaoutra

Inominável, nem sempre tudo tem de ser passado para a palavra. Há coisas que jamais desceram ao nivel da forma humana, ficaraão para todo o sempre naquele lugar que voçê sabe e só pela contemplação acederá a eles e por isso é interdito a palavra.

Um abraço

Inominável Ser disse...

Inomináveis Saudações, NãoSouEuéaOutra.

A Palavra Desce, quando provida do Canal Correto, e pode ser Compreendida, Soprada E Assimilada. O Canal No Receptor, Este sendo ou não Perfeito, mas sincero em Recebê-la, pode dizer muito, mesmo que este muito seja impossível de ser compreendido pela grande maioria humana. O Receptor, mesmo assim, Guardião de suas propriedades ocultas e sinalizador de Realidades Ocultas A Mais que estão inseridas na Palavra Alta, vai seguindo adiante, como Portador Solitário, como O Portador Solitário De Verdadeiras Verdades Na Verdadeira Verdade.

A Contemplação apenas não basta. A Ação é necessária. E Agir é o correto. Receber As Palavras Verdadeiras Da Voz Silenciosa E Dá-Las Ao Mundo: A Missão Existencial Do Portador Solitário Das Verdadeiras Verdades Da Verdadeira Verdade.

Saudações Inomináveis, NãoSouEuéaOutra.