terça-feira, janeiro 09, 2007

Gênese De Novo Caminhar Construtor


O sorriso de Alynne ressurge neste Planalto Maior De Coisas Inomináveis. O verdejante ar daqui, o pulsante colorido de todo este Vale Terrestre Entre Os Vales Terrestres Ocultos, impulsiona o seu sorriso. Sempre admirei Alynne, em todas as suas Existências, por ser uma Parte Maior Da Deusa Natureza. Ela, as flores, os animais, as árvores, são Um. O sorriso dela faz este Sol Eterno a banhar este Planalto Inominável ser ainda mais providenciador de Outras Admiráveis Coisas Entre As Portas De Ouro Verdadeiro E As Portas De Felicidades Verdadeiras Materiais E Espirituais. Se todo humano soubesse assim sorrir, assim sentir-se Um com a Deusa Mãe Natureza, A Doadora Das Pequenas E Das Grandes Vidas, este Planeta Terra não presenciaria a sua atual decadência, o seu atual amargor, o seu atual Cair, o seu atual Sofrer, há aeons sendo A Mancha Destrutiva De Seu Espírito. Poluições de todos os tipos, podridões de todos os tipos, Eterno Anoitecer De Todas As Coisas... Terra, até quando assim os Vossos Filhos Lhe maltratarão? Espírito Terrestre, Alma Terrestre, até quando Vossos Filhos Lhe concederão tamanha Mancha?

- Removedores Da Mancha, Asin, que tal sermos?

- Do que falas Alynne? Falas em iniciarmos uma Obra que apenas aos Superiores Do Alto ou aos Deuses que se interessam pela Terra seria possível?

- Já Iniciamos Obras Maiores que concluimos com A Verdade De Nossos Valores.

- A Obra De Retirada Da Mancha não seria uma Obra na qual os nosso Valores fossem eficientes. Tu Sabes, Alynne, que tal Obra deveria ser A Obra De Toda A Humanidade Terrestre.

- Tu temes Iniciar A Remoção?

- Tu Sabes que não temo mais nenhuma Caminhada.

- Que tal, então, Removedores Da Mancha E Enxugadores De Lágrimas? Enxugadores Das Lágrimas Dos Anjos Caídos Que Choram E Enxugadores Das Lágrimas Das Almas Eternas Humanas Que Choram? Como tais, poderíamos Abrir A Porta Vigilante Dos Dias e cedermos aos Infelizes Eternos O Ramo Das Flores Ocultas Da Fertilidade Existencial.

- Essa também é uma forma de Removermos A Mancha.

- Aceitas essa Nova Caminhada, Asin?

- Se Cada Lágrima Dos Anjos Caídos Que Choram For Enxugada Pelo Pleno Eterno Versar De Nossas Palavras Verdadeiras, nos igualaríamos aos Seres Do Alto. Se Cada Lágrima Das Almas Humanas Que Choram For Enxugada Pelo Mesmo Pleno Eterno Versar De Nossas Palavras Verdadeiras, nos igualariamos ao Pai Que Concede Todas As Lágrimas. Ser O Pai Em Sopro Na Matéria É Estar Nas Trevas Que Cantam E Dançam No Choro Eterno De Todas As Coisas E É Sorrir Nas Luzes Que Possibilitam O Amanhecer Verdadeiro De Todas As Coisas Que Amam O Amanhecer. Esse Caminho que tu propões, Alynne, Mutável Poderia Nos Extinguir Porque Nós Não Somos O Pai.

- E temeremos, Asin, Ser O Pai Mesmo Não O Sendo Aqui Na Esfera Material? Pela Causa Da Remoção, pela Causa Do Enxugamento De Lágrimas, poderíamos Mudar Algo. Tentemos, Asin, tentemos, pelo menos diante do Ocorrer Mutável Dos Nossos Novos Dias Que Virão, Mudar Algo, Revolucionar Algo!

- Revolução De Um Anjo Noturno Inominável Caído...

- E de uma humana que ainda Quer Cair, Ainda Quer Cair Para De Sua Queda Auxiliar Aos Demais Que Em Seu Redor Caem.

- As Correntes Contrárias Nos Perseguirão...

- Calaremos a todos como calados estão Os Loucos Anjos Caídos. Se tivermos de enfrentar mais inimigos, contrários ao nosso Dever De Iluminar A Todos Os Que Choram, Anjos Caídos e humanos, aqui na Terra, enfrentaremos certos de que Somos O Pai Mutável E O Pai Inominável, O Único Pai Em Infinitos Pais, Agindo Em Prol Do Iluminar. Não seremos Salvadores, seremos Revolucionários Removedores De Manchas E De Lágrimas.

- Já somos Revolucionários, Alynne. Removemos as Manchas de nosso egoismo e egotismo. Removemos as Lágrimas de nossas Almas Eternas. Somos Agora Sorrisos Presentes Em Queda Que Poderá Ascender Aos Que Querem Ascender. Mas, antes de Iniciarmos a nossa Caminhada em conjunto, Alynne, precisaremos de um Terceiro Ser, um Anjo Caído Da Luz Primeira que recolhido está porque não pode mais Doar A Luz Aos Que Querem Receber A Luz. Precisaremos dele, Alynne, e ele Sabe que iremos até onde ele está. Venha, iremos até ele.

3 comentários:

Clarissa disse...

Inominável... tenho andado sem tempo e meio perdida entre «conversas» sobre religião pelo que ainda não li o texto que me indicaste,mas não está esquecido.
Gostei muito deste texto,«enxugadores de lágrimas»... hummm... gostei.
Um abraço

Inominável Ser disse...

Não tenhas pressa, Clarissa, tenho uma Eternidade Inominável De Passos Inomináveis para aguardar-te afim de continuarmos os nossos diálogos.

Também adoro discutir sobre Religião. Sobre qual contexto estás a travar tais diálogos?

Clarissa disse...

Olá Inominável... Foi no blog do Blogildo, passa por lá e vai ver os posts anteriores.
Beijocas