quinta-feira, janeiro 25, 2007

Aqueles Que Enxugarão As Lágrimas


- Diante deste silêncio agora de todos vós, após as manifestações de Oito Seres Elevados Que Crêem Na Redenção Da Humanidade, elevo esta Pergunta Maior: Não Há Mais Ninguém Que Creia Na Redenção Da Humanidade, Na Perfeição Existencial Desta Nos Fulgores Maiores Do Grande Dia Do Amanhã, O Dia Da Perfeição Da Humanidade Una No Seio Do Creador Pai De Todos Nós E De Todas As Coisas Em Nós E Fora De Nós? Manifestem-Se Os Outros Filhos Da Deusa Natureza, Os Outros Filhos De Gaia, Que Como Oito Crêem Na Perfeição Que Toda A Humanidade Baixa E Toda A Humanidade Mais Baixa Alcançará!

Seyin evoca novamente os Sentidos Existenciais de todos os presentes aqui no Útero De Gaia. Eu vejo no olhar dos demais presentes, além dos Oito que se manifestaram em prol de sua Crença na Redenção Da Humanidade, a Terrestre, a do Baixo e a do Mais Baixo, uma Vontade de se manifestar a favor dessa Crença e uma Vontade em não tecer qualquer possibilidade de voltar-se para tal Crença, Crença Maior, Crença Eterna Daqueles Que A Possuem Como A Mãe Dos Seus Verdadeiros Ideais E Dos Seus Verdadeiros Pensamentos.

Seyin aguarda outras manifestações, mas estas não ocorrem. Diante dos Fatos Históricos Conhecidos E Desconhecidos Que Revelam A Face Obscura Da Humanidade Terrestre, de todo O Baixo e de todo O Mais Baixo, os demais Filhos Da Deusa Natureza, os demais Filhos De Gaia, aqui no Útero Desta calam-se. Venceu o não-tecer de possibilidades na Crença que compartilha apenas por Oito deles é.

Seyin observa a saída calma de cada um deles, mesmo aqueles que apoiam aos que confessaram verdadeiramente a sua Crença E A Sua Fé Na Redenção Da Humanidade. Vão saindo todos... Todos, menos os Oito... Letycyell, Abeyraell, Gemelleyll, Rvekkeyll, Sa My Na, An Ya El, Ran Zya As De Re Be El e Bayn My An Sy De permanecem no Útero De Gaia. Os Oito olham, tristemente, para os seus Irmãos No Seio Cósmico Da Deusa Natureza partindo do Útero De Gaia. Há Neles uma Vontade de chamá-los de volta... Há, muito maior neles, uma Vontade que prevalece, de deixar a todos eles irem embora. E é o que fazem, tristes, altamente tristes, essencialmente tristes...

Seyin olha para mim e para Alynne. Com os olhos ainda lacrimosos diz-nos:

- Somos Onze agora. Asin e Alynne, Eis Aqueles Que Enxugarão As Lágrimas.

Nenhum comentário: