sábado, dezembro 29, 2007

Passos Da Una Ascensão Preferível Ao Alto Jardim


- Uma Certeza podemos ter, Irmãos Existenciais Inomináveis. Posso dizer aqui, diante de Gaia, Seyin, Vossa Filha, A Certeza Preferível Nossa?

- Tu tens esse Inominável Direito, Alyn.

- Seyin, An Ya El, Rvekkeyll, Abeyraell, Letycyell, Gemelleyll, Sa My Na, Ran e Bayn, A Inominável Certeza Dos Inomináveis É A Atitude Velando Pela Amplitude De Suas Sendas Na Verdadeira Estrada Entre As Luzes E As Trevas. Estou me desvinculando, pouco a pouco, da minha inferior condição humana, estou me desvinculando... Por muitas Existências, Irmãos Existenciais Inomináveis, eu me alimentei das Humanas Trevas.. Por muitas Existências, Irmãos Existenciais Inomináveis, eu me alimentei das Humanas Luzes... As Humanas Trevas São Falsas Trevas Na Criação. As Humanas Luzes São Falsas Luzes Na Criação. Antes de toda minha chegada até minha atual Condição Evolutiva Já Ascendida À Alta Evolução, Comi De Muitas Pedras Jogadas Nos Caudalosos Rios Pegajosos Dos Inferiores Rios Que Correm Pelos Relevos Humanos Da Inferior Existencialidade. Como eu fui cega temendo afastar-me da humana vida comum... Como eu fui fraca tentando engolir mais daquele Falso Alimento, tentando, conseguindo, me engasgando, vomintando esporádicas tentativas de me sentir superior em algum momento da Estrada... Tudo que eu tentava era o pó tornado pó, mesmo diante da Presença de Asin, meu Pai... Asin, Guia, Pai, Mestre, Irmão, mesmo sem querer Ser Guia, Ser Pai, Ser Mestre, Ser Irmão. Nascida Da Mulher Inominável que ele trazia em si, Vejo nestes meus instantes finais como humana, toda a trajetória daquele que nos reuniu aqui e Daquele que nos uniu, nos Despertando para a Inominabilidade. Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu quando no Alto estava... Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu quando co Alto Caiu por Lydyan... Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu quando Lydyan não mais pôde continuar ao lado dele em sua Caminhada Terrestre... Sinto tudo que Asin, meu Pai, sentiu Caminhando e me gerando de mulheres que ele nem mesmo chegou a ter uma paixão... Sinto cada um dos meus nascimentos através de atos nos quais meu Pai encarnou O Amor Alto ainda em seu Quedante Ser, tornando, por poucos momentos, durante as minhas concepções, tudo como Ato De Verdadeiro Amor. Chegou-se, então, à minha Existência Definitiva, esta, e eu, aqui no Útero De Gaia, Desperta Para O Alto, Elevada Ao Alto, após Quedas Muitas E Ascensões Muitas, Equilíbrio Daqueles Que Na Origem Original De Todas As Coisas Marcados Em Suas Almas Eternas Foram Para Serem Inomináveis. O Alto Jardim... O Alto Jardim aguardando-me... O Portão Do Alto Jardim Já Está Aberto... O Alto Jardim, que saudades... O Alto Jardim, que saudades... Estou de volta... Estou de volta a Ele...

- Vosso Pai, nosso Guia, Mestre, Irmão, chegou até Ele.

- Chegou, Seyin, Vemos que ele chegou...

- O Pescador.

- O Mestre Pescador.

- Sou O Pai Da Terra, mas Ele acima de mim está desde que mergulhado no Berço Do Um estavas, junto comigo. Sou O Pai Da Terra, mas Ele merece Verdadeiramente Ser O Verdadeiro Pai Da Terra. E Ele O É. Aguardemos Asin retornar, Veremos Se Inomináveis Peixes Como Nós Livremente Poderão Nadar. A Inominável Pesca, nós, Os Inomináveis, ansiamos pela Inominável Pesca.

- A Rede Lançamos.

- E Colhemos Sempre Outros Inomináveis Peixes.




terça-feira, dezembro 18, 2007

O Guardião Da Grande Pomba A Pisar Sobre Toda Dolorosa Cicatriz A Chorar


Fortes Eram As Desavenças

Entre As Coisas Dos Altos Céus

E As Coisas Da Terra,

Tão Fortes Que Os Ventos

Dos Inimigos Terríveis

Dos Libertadores Nortes

Roubavam Os Plenos Vôos

De Todas As Garças.


Plenos Vôos De Garças

Diante Do Verdadeiro Altar

É O Pleno Alvorecer Das Coisas

Do Verdadeiro Pai

De Todo Pleno Mais Verdadeiro

Lar De Corações

Que Param De Chorar.


Voaram As Garças Para

Bem Longe De Todo

Humano Altar,

Aproximou-Se A Pomba,

A Pomba Que Vaga

Qual Fênix Alva

Pelos Campos Mais Vastos

Do Verdadeiro Altar.


A Pomba Chorava,

A Pomba Chorava De Alegrias

Nunca Antes Vistas

Até Além Das Alegres

Campanhas Vitoriosas

Dos Guerreiros Raios Do Sol

Iluminando As Manhãs

Do Mundo Terrestre

Todo Ainda A Chorar.


A Pomba Chorava Toda Alegre

E Pousou Na Terra Encharcada

De Humanas Lágrimas

E De Humano Sangue,

Pousou Para Caminhar

Entre As Mais Brutais

Lágrimas Derramadas

E Entre Os Mais Brutais

Derramamentos De Sangue.


A Pomba Chorava Toda Alegre

Por Poder Enxugar Com

As Suas Próprias Lágrimas

As Lágrimas De Todos

Os Que Choravam

E Choram

E Chorarão,

A Pomba Chorava Toda Alegre,

Igualmente Alegre,

Por Poder Secar Todo Sangue

Com O Seu Próprio Sangue

A Todo Sangue Derramado

E Que Será Derramado

E Que Está Sendo Derramado.


A Pomba Chorava Toda Alegre,

Mesmo Ferida,

Mesmo Combalida,

As Feridas

E A Convalescência

Eram Para Ela

As Mais Puras

Altas Consagrações

A Si Doadas Pelo Alto.


A Pomba Chorava Toda Alegre,

Alva Pomba

Da Corte Do Cristo Terrestre,

Alva Pomba

Do Verdadeiro Criador

De Todas As

Esferas,

Alta Pomba Que Foi

Um Homem,

Alta Pomba Que Elevou

Acima De Todos Os Homens

De Seu Humano Tempo.

Voa A Pomba Alegre,

Voa Karol Alegre,

Voa João Paulo II Alegre,

Alegria,

Alegria,

Alegria,

Alegria,

Alegria,

Alegria,

Alegria,

Mesmo No Fim

De Todo Sincero Sorriso,

Mesmo no Fim

Do Pão Querido,

Sorrindo Sendo

A Sinceridade

Do Alto Sorrir,

Sorrir Sendo

O Pão Querido

Por Todos Os Seres

Que Verdadeiro Alimento

Tencionam Ter!


- Ao Ser Da Verdadeira Paz Em Forma Humana... Um belíssimo cântico, Sa My Na.

- O Respeitável, Hoje, assenta-se Ao Lado Dos Grandes Senhores Da Evolução Humana. Tu O Vês, Alyn?

- Vejo... Não mais Karol Jósef Wojtyla ou João Paulo II... Agora, O Respeitável Ser Que Entre Os Pombos Da Verdadeira Paz Carrega O Grande Sorriso Consolador.

- Algo mais a dizermos acerca do Respeitável não há, tudo está em meu cântico, Irmãos Existenciais Inomináveis. Verdadeiro Entendimento Se Realiza Nas Diversas Infinitas Entrelinhas Ocultas Nas Entrelinhas Visíveis De Todas As Coisas, Irmãos Existenciais Inomináveis.




segunda-feira, dezembro 03, 2007

Altos Pés Da Verdadeira Caridade


- Pai Da Terra. Eu, Pai Da Terra. Eu, como Pai Da Terra Que Sou, naquele trono que estive, observei cada Verdadeiro Humano Pé A Caminhar Na Grande Pele De Minha Filha. Gaia, A Minha Filha, Aquela Que Apresenta Uma Das Parcelas Da Feminil Verdade Da criação, Esta Que Aqui Nos Acolhe Em Nossa Chegada À Nossa Inominável Missão. Asin não me procurou em vão e eu, Alyn, não os trouxe até aqui em vão. Nada Pode Ser Em Vão Quando A Verdadeira Humanidade Está Prestes A Iniciar-Se Novamente Nascente Nas Esferas Baixas E Mais Baixas Que Um Dia Foram Uma Com As Esferas Altas. O Incentivador do Continuar a Caminhar, Marcando Cada Passo Dos Nossos Pés, Calçados Ou Descalços, Guia Cada Ser Ao Seu Verdadeiro Estado De Atuação No Movimentar Atualizante Mutável De Toda Esfera Em Mutável Atuação Em Todo Eu Desperto A Senti-Las. Nada procurava aqui, Irmãos Existenciais Inomináveis, do que fazer com que eu me encontra-se com os que amam, Verdadeiramente Amam, a Minha Filha como vós. Humanos atuantes em diversas Linhas Existenciais Verdadeiramente Amaram E Amam E Amarão Para O Todo Sempre Do Ser Da Criação A Minha Filha Gaia. Agnes Gonxha Bojaxhiu, Um Divino Ser, Um Divino Eu, Criatura Da Senda Crística, Criatura Da Fonte De Poder Crística. Agnes Gonxha Boiaxhu, A Filha Da Deusa Caridade, A Filha Do Verdadeiro Amor, Senhora Dos Beijos Afetuosos Nas Sofridas Almas, Senhora Dos Beijos Eternamente Maiores Nas Almas Ainda Sonolentas Nos Braços Inferiores Que Pertencem À Deusa Maya. Agnes Gonxha Boiaxhu, Esta Representante Da Verdadeira Caridade, Representante Do Verdadeiro Amor, Da Virgindade Dos Desapegados, Da Inocência Dos Verdadeiramente Elevados, Da Missão Dos Verdadeiramente Pais Da Verdadeira Caminhada Que Eleva Tanto Os Já Elevados Como Todos Da Criação Que Ainda Se Elevarão, Agnes Gonxha Boizxhu, Madre Teresa de calcutá entre os humanos, Masaranayana entre as Cortes Celestiais Das Fontes De Poder Dos Setentriões Orientais Terrestres, Inominável Ser Da Verdadeira Caridade entre nós, Os Inomináveis. Agora, Inomináveis, Podemos Saber Do Verdadeiro Aspecto De Todos Os Maiores Seres Humanos Historicamente Realizadores De Verdadeiras Obras Evolutivas Em Suas encarnações Terrestres.

- Como Já Sabiamos Antes, Seyin, Através Do Erro Dos Nomes.

- Sim, Letycyell, Através Do Bruto Erro Dos Nomes A Desconsiderarem Todas As Verdadeiras Essências Dos Seres E Das Coisas Em Redor De Todos Os Seres.

- Entre as Fadas, Ela é conhecida como Jamyyrah Reanay, Senhora Do Poder De Verdadeiramente abraçar. A Toda Criatura Por Ela Abraçada Doados Eram Os Princípios Celestes Da Cósmica Senda Da Verbalidade. Materialmente, muitas vezes, Vimos os conflitos Dela com relação ao Princípio Crístico, Princípio que os humanos responsáveis pelo surgimento das igrejas cristãs e protestantes vieram a destituir de seu Verdadeiro Significado, Verdadeiro Conteúdo, Verdadeiro Som, Verdadeira Cor, Verdadeiro Sabor. Fadas Compreendem Todo O Esquema Da Criação Em Sua Pureza De Inocentes formas Cativantes Das Naturezas Da Mãe Natureza, Sabemos Que A Fonte De Poder Crística É Muito Mais Do Que Monumentos De Pedra, Areia, Cimento E Ferro Que Se Denominaram Erroneamente Como Templos Dele. Sabemos Que Inexiste O Deus Único, Pois Como Seriam Todas As Coisas Advindas De Um Ser Único Que Apenas Demonstraria Uma Única Possibilidade De Alcance Da Maioridade Existencial, Irmãos Existenciais Inomináveis? Um Deus Único moldado foi pelos homens que herdaram os Mistérios Crísticos, Mistérios que ainda existem entre os que trabalham, humildes e silenciosos, fora de toda igreja, fora de toda religião, fora de toda seita, em prol da Evolução Humana.

- Os Verdadeiros Caridosos, não aqueles dos natais e fins-de-ano, típicos hipócritas de palavras doces que na verdade são palavras amorfas e mortas.

- Hipócritas mesmo, Alyn, hipócritas como os que se fazem senhores de uma Verdade Única Inexistente. Dotada de Verdadeiro Amor pelos sofredores, ciene do Verdadeiro Sofrer dos humanos mais sofredores, Aquela que conhecida em sua última Encarnação Terrestre como Madre Teresa de Calcutá muitas vezes se viu diante das incertezas cortantes dos sentimentos d'alma e das vicissitudes impiedosas das fortalezas da insegurança do pensamento. Pesava Nela tudo, toda a incerteza de agir por um Deus Único que não lhe atendia, pois O Deus Único É A Maior De Todas As Humanas Mentiras. Ela temia em noites terríveis, Ela tremia em noites tenebrosas, Ela chorava em dias agonizantes, Ela clamava por dias pacificantes, Ela Colhia Os Frutos Caridosos Sem A Mecha Dos Cabelos Da Queda Em Suas Mãos.

- Verdadeira Caridosa, Letycyell, Ela Se Adequou Ao Ouvir Da Voz Do Arcanjo Da Caridade, Abyzameel, O Doador De Dádivas Humildes Da Deusa Caridade Que Sempre Sorri Para Toda Verdadeira Sorridente Face.

- Mesmo em momentos de descrença, Bayn, Ela Recebeu O Anjo E Se Fez O Anjo Em Prol Do Apaziguamento Do Sofrimento De Todos Os Irmãos Humanos Que Auxiliou. Cada ser Humano que Madre Teresa de Calcutá, Sua Face Humana, visualizou, Recebeu O Crístico Caridoso Olhar. Cada um daqueles mesmos que, qual crianças perdidas em desertos de destruições existenciais, Madre Teresa de Calcutá, Sua Face Humana, abraçou, Recebeu O Crístico Caridoso Abraço. Anjos Elevados, Após Arcanjos Mais Elevadíssimos, Estes Após Todos Os Cristos, Todos Após A Mãe, Todos Após O Pai, Doaram Suas Cridosas Faces De Olhares E Abraços Aos Olhares E Abraços De Madre Teresa de Calcutá.

- Ela É Anjo Elevado, Letycyell...

- Anjo Ela É, Sa My Na... Sim, Anjo, Irmã Existencial Inominável... Anjo Da Verdadeira Caridade. Anjo Do Verdadeira Amor.

- Para Ascender-Se À Condição De Anjo, como todos nós aqui Sabemos, É Necessário Também Duvidar, É Necessário Também Temer, É Necessário Também Estremecer, É Necessário Também Chorar. Anjos Elevados E Anjos Caídos Duvidam. Anjos Elevados E Anjos Caídos Temem. Anjos Elevados E Anjos caídos Estremecem. Anjos Elevados E Anjos Caídos Choram. Afinal, Inomináveis, Duvidar, Temer, Estremecer E Chorar Não Está Mais Próximo Da Verdadeira Verdade Toda Mutável Do Que A Verdadeira Mentira Toda Imutável Que Fere A Todos Os Pés Que Querem Verdadeiramente Caminhar?




sexta-feira, novembro 23, 2007

Marcas De Pés Para Toda Possível Liberdade


- O que prende os seres humanos ao desprovedor Caminho De Fatos Que Não Avançam Em Seu Caminhar Exato é a fixação em valores, modos de valores e tentativas de novos valores.

- Dentre os maiores valores humanos nasce laços atávicos de difícil desvencilhamento, Alyn.

- E qual desvencilhamento, Verdadeiro desvencilhamento, é possível a todo Ser, tanto Elevado quanto Quedante, Seyin?

- O Desvencilhamento Possibilitado Pelo Não Desvencilhar-Se Diante Das Torres Caídas Dos Valores.

- Valores Quedantes...

- Não é por eu ser contrário à Humanidade que lhe digo isto, Alyn: A Humanidade É Um Monte De Montanhas Em Vales De Vegetações Valorizadas Totalmente No Quedante de Suas Formas Sutis E Complexas. Sempre se fala, entre humanos e humanas, sobre Matas Crescidas e sobre Matas Mortas. Sou um Anjo Caído, Anjo Caído que deve procurar, agora, tentar Compreender a Humanidade, a qual feriu demais a minha Filha, Gaia, este mundo que eu Moldei... Matas Crescidas... Matas Mortas... Houveram homens e mulheres que tornaram Férteis, Verdadeiramente Férteis, tais Matas. Homens como Jiddu Krishnamurti, o Adepto Alcione, Adepto A Caminho Dos Grandes seios Da Deusa Liberdade. Krishnamurti indicou as Pegadas Corretas, indicou as Pegadas, As Verdadeiras Pegadas, para todo homem, para toda mulher, Verdadeiramente Ciente De Que Seus Pés Podem Possibilitar Uma Verdadeira Liberdade. Krishnamurti, como um homem, não querendo que o manipulassem como fariam, tornando-o o invólucro material do Espírito Do Amor, O Verdadeiro Amor, o qual muitos denominam Espírito Santo, A Terceira Face Da Mãe, A Terceira Face Do Pai, conforme as Fontes De Poder; Krishnamurti, abrindo mão disso tudo, abrindo mão de toda essa Verdadeira Responsabilidade, quis que os seus pés deixassem pegadas sutis acerca de como cada humano, cada humana, deveria seguir em frente, não se atendo a linguagens religiosas fúteis, buscando a si mesmos, compreendendo a si mesmos. Mestres Falavam Com Krishnamurti, As Vozes Amorosas Da Criação, Pedindo Pela Verdadeira Liberdade Dos Seres Humanos, através dos lábios dele Falavam. Dos seres humanos, entre os seres humanos, Jiddu Krishnamurti, o Adepto Alcione, foi Aquele de quem eu nutro uma admiração, sincera admiração, Alyn.

- Então, você não odeia a todos os seres humanos, Pai Da Terra?

- Odiar Não É Ser Inominável, Alyn. Sou O Moldador Do Planeta Terra, O Pai De Gaia, mas, após milêniso incontáveis aprisionado àquele trono de pedra, após minhas Mortes Sequenciais Internas, após todas as Palavras Do Inominável Desconhecido através dos lábios de Asin... E, Alyn, após todas as vossas palavras... Sim, estou na sinceridade minha de Inominável Ser, não Anjo Caído... Após tudo que Ouvi, estou apto a aprender a mar uma Humanidade que sempre odiei. Vi daquele trono de pedra, trono frio, trono inimigo, trono estagnante, toda a Caminhada De Alcione como Jiddu Krishnamurti, Desvelando Mistérios Do Verdadeiro Amor, Revelando Os Concretos Conceitos Mais Libertadores Do Verdadeiro Amor, Realizando O Verdadeiro Amor Na Escrita Libertadora E Na Voz Libertadora De Um Verdadeiro Eu Livre. Eu amava aquele trono de pedra, queria-me longe dos destruidores e agressores de Minha Filha... Porém, O Inominável Desconhecido Arrastou-Me Amorosamente Para Os Seus Inomináveis Amorosos Braços... Inominavelmente, Compreendo Mais Ainda, Agora Inominável Ser, O Verdadeiro Amor Que Revelado Foi Na Terra, Singelamente, Silenciosamente, Em Todas As Palavras De Jiddu Krishnamurti. De toda maneira, os livros dele são Verdadeiramente Sagrados, mas ele não se dizia uma autoridade religiosa. Sabemos, Irmãos Existenciais Inomináveis, contudo, que ele foi um dos únicos Verdadeiro Religioso, após Mahatma Gandhi, Martin Luther King e diversos outros que sagraram seus pés ao Libertar Humano, que Agiram No Verdadeiro Amor, Foram No Verdadeiro Amor, Ficaram No Verdadeiro Amor, São O Ser Do Verdadeiro Amor Em Seus Legados Deixados No Solo Terrestre Das Verdadeiras Palavras E Dos Verdadeiros Pensamentos.

- Mensageiros Do Verdadeiro Amor, Mensageiros Filhos Do Verdadeiro Amor.

- E Pais Das Coisas Verdadeiramente Amadas Que Apenas Podem Ser Encontradas Entre As Pegadas Em Estradas Que Sabem Verdadeiramente Pronunciar A Palavra Verdadeiro Em Amor E A Palavra Amor Em Verdade.

- Assim A Pronunciamos, Seyin.

- Assim, Alyn, eu ainda tenho que Aprender A Pronunciar, visando aos humanos que nós, Inomináveis, temos a Inominável Responsabilidade em auxiliar, guiar, Iluminar.

- Mas, tu já encontrastes...

- Encontrei, Alyn, apenas um leve e breve agitar de Palavras No Vento Perturbante Da Criação...

- O Vento Doutrinante...

- Ainda bate muito pouco em mim agora... Em mim, que um Dia teve-O em si como O Segundo Maior De Todos Os Anjos...

- Em Qual Ser Bate Por Inteiro O Vento Doutrinante De Todas As Fontes De Poder Em Comunhão No Verdadeiro Amor, Seyin e Alyn?

- Apenas Nela, Sa My Na.

- Apenas Nele, Sa My Na.

- Apenas No Apenas Todo Doutrinado, Irmãos Existenciais Inomináveis. Nela/Nele, apenas, A Verdadeira Pegadas De Todas As Pegadas Libertantes. Nela/Nele, O Inominável Desconhecido, Os Verdadeiros Pés Libertos. Jiddu Krishnamurti, Esvoaçante No Verdadeiro Amor, tentou Dar as possibilidade de, na Quase Semelhança, alguns pés humanos serem como os Dela/Dele. Não falhou, muitos Estão Aprendendo, como nós, A Caminharem Como O Inominável Desconhecido Que Se Revela, De Toda Forma, De Toda Maneira, Em Todas As Fontes De Poder. Temos Fé, Inomináveis, Que Caminharemos Com Os Pés Dela/Dele, Totalmente, No Grande Dia Do Amanhã. O Grande Retorno Àquele Que Sempre Fomos É O Incentivador Do Continuar A Caminhar Que Se Revela Pai/Mãe Dos Nossos Pés.




quinta-feira, novembro 08, 2007

Nos Sagrados Pés Dos Mahatmas


- Humanos que Assim Escreveram As Verdadeiras Letras Dos Verdadeiros Textos são denominados, entre as Fadas, como Adarmanajuthzahr.

- Espelhos Dos Pés Que Se Cortam Para O Sangrar Redentor Dos Que Segue-Lhe As Pegadas No Solo Da Cruz Sacrificada Das Formas. Lê-se, assim, A Titulação, Abeyraell?

- Lê-se, Alyn, mas as Fadas preferem Ler seres humanos como Martin Luther King entre Aqueles Que Espelham O Núcleo Dos Reais Espelhos.

- Os Espelhos Da Reflexão Da Verdadeira Creação.

- Varmyaradyben, Abeyraell e Alyn, Festejante Nas Danças Dos Verdadeiros Caminhos Existenciais.

- Ouço falar de Varmyaradyben há muitas Existências, Gemelleyll...

- A Dança Do Destino Cósmico, Alyn, É A Perfeita Coroação Dos Caminhantes Pelas Perigosas Estradas Materiais Dos Descaminhos! Caminhar Com Um Sorriso Pelos Descaminhos Cósmicos! Caminhar Sendo Sorrisos Nos Descaminhos Cósmicos! Caminhar Oferecendo Seus Sorrisos Aos Descaminhos Cósmicos! Caminhar Agradecendo Aos Seus Sorrisos Pelos Descaminhos Cósmicos! Caminhar Agradando Aos Seus Sorrisos Pelos Descaminhos Cósmicos! Caminhar Apoiando Nos Sorrisos Todos Os Benefícios E Malefícios Dos Descaminhos Cósmicos! Eu Transitei por todas as Esferas Dos Caminhos E Descaminhos Cósmicos Terrestres, Festejando Meu Sorrir Nas Imprecisões A Mais E Festejando Todo Meu Sorrir A Mais Nas Precisões A Menos! Transitando, Festejando, Transitando, Festejando, Transitando, Festejando, Transitando, Festejando! Transitando, Vi os seres humanos que pertencem a Habel, Vi Os Filhos De Habel! Festejando, Sorri para os seres humanos que pertencem a Habel, Sorri Para Os Filhos De Habel! Transitando, Caminhei Ao Lados Dos Caminhos dos seres humanos que pertencem a Habel, Caminhei Nos Caminhos Dos Filhos de Habel! Festejando, Caminhei Ao Lado Dos Descaminhos dos seres humanos que pertencem a Habel, Caminhei Nos Descaminhos Dos Filhos De Habel! Transitando, dei as minhas mãos de Fada Cósmica Terrestre aos seres humanos que pertencem a Habel,Dei As Minhas Cósmicas Mãos De Fada Cósmica Terrestre Aos Filhos De Habel! Festejando, toquei com os meus pés de Fada Cósmica Terrestre nos pés dos seres humanos que pertencem a Habel, Toquei Como Os Meus Cósmicos Pés De Fada Cósmica Terrestre Nos Pés Dos Filhos De Habel! Transitando, Realizei Caminhos De Pés Descalços com os seres humanos que pertencem a Habel, Realizei Com Os Meus Cósmicos Pés Descalços Caminho De Pés descalços Ao Lado Dos Filhos De Habel! Festejando, Realizei Com Meus Espelhos Os Espelhos De Descaminhos Para Todos Os Pés Descalços com os seres humanos que pertencem a Habel, Realizei Com Meus Cósmicos Espelhos De Fada Cósmica Terrestre O Realizar Dos Espelhos Os Espelhos De Descaminhos Para Todos Os Pés Descalços!

- Você é uma das Filhas Obreiras Do Ser De Gaia, Gemelleyll.

- Sou, Pai Da Terra, Festejando, Transitando! Nossas Irmãs Existenciais Inomináveis aqui presentes, Abeyraell, Letycyell e Rvekkeyll, igualmente, Festejando À Maneira Do Ser Delas, Transitando À Maneira Delas! Muitos dos seres humanos crêem que as Fadas vivem apenas brincando pelos bosques, sorrindo, gargalhando, Festejando apenas as Coisas De Gaia, Transitando apenas pelas Coisas De Gaia! Nós quatro somos diferentes porque participamos, Inicialmente Moldadas Pelas Mãos De Ethemyzara Ranzum no Berço Das Fadas, Da Fonte De Poder Das Evoluções Das Raças Humanas! A Terra é o nosso Veículo De Obras, Festejado Veículo Das Nossas Transições Pelo Evoluir Humano! Qual A Festa Na Obra De Todas As Fadas Obreiras Do Ser De Gaia Que Mais As Aproxima De Habel, Irmãos Existenciais Inomináveis! A Festa Dos Mahatmas! Somos As Inspiradoras Amigas Dos Mahatmas! Sabemos Da Lei Do Sacrificio Por Cada Um Deles Festejado Pelas Transições De Todas As Coisas Terrestres! Pousamos nossas cabeças nos ombros de Mahatma Gandhi, Mahatma Junadra, Mahatma Adaerama, Mahatma Jyndhar, Mahatma Alujara, Mahatma Jundra, Mahtama Kidrara, Mahatma Adatara, Mahatma Lapah, Mahatma Kanama, Todos Os Mahatmas Que Caminharam, Conhecidos E Desconhecidos, Na Esfera Terrestre!

- A Dança Festejante Dos Nossos Pés De Fada É A Mesma Dança Festejante Dos Sagrados Pés Dos Mahatmas, Filhos De Habel, Pacíficos Como Os Da Fonte De Poder À Qual Pertencem Mrar Thin E Seus Irmãos, Os Quais São, Enfim, Todos Irmãos E Nossos Irmãos.

- Como Rvekkeyll acabou de dizer, Festejando, Transitando, Irmãos Existenciais Inomináveis, nós que somos as Fadas Obreiras Do Ser De Gaia, e não somos as únicas, Festejamos E Transitamos Pela Verdadeira Paz Terrestre E Pela Verdadeira Irmandade Humana Tanto Quanto Os Anjos, Os Arcanjos E Demais Seres Elevados E Quedantes Interessados No Verdadeiro Evoluir Terrestre! Para Cada Ser Humano Que Se Destaca Lutando Pela Vitória De Habel Há Uma Fada Inspiradora, Um Anjo Inspirador, Um Arcanjo Inspirador, Um Um Ser Elevando, Um Ser Quedante, A Pacificamente Inspirá-lo! Todos Os Seres Huamnos São, Na Festa Do Inominável Desconhecido De Seus Interiores, Como Martin Luther King! Todos Os Seres Humanos São, Na Festa Do Inominável Desconhecido De Seus Interiores, Como Mahatma Gandhi! E nós, Fadas Obreiras Do Ser De Gaia, Crentes Na Redenção Da Humanidade Desde O Início Da Queda Da Humanidade Formando O Baixo E O Mais Baixo, Agora Mais Obreiras Na Inominabilidade, Continuaremos Festejando, Continuaremos Transitando, Ao Sacrificador Som Das Pegadas Dos Sagrados Pés Dos Mahatmas!



sábado, novembro 03, 2007

Integração Elementar Dos Humanos Pés


- Os ilusórios instantes humanos da concepção de diferenças existenciais fizeram com que alguns da Raça Humana cressem no que eles denominaram "superioridade racial". Na Verdadeira Verdade Das Coisas Existenciais, Nem O Pó É Superior Ao Grande Ser E Nem O Grande Ser É Superior Ao Pó, o pó que se expande pelas ruas humanas, o pó que se esconde abaixo de cada mesa humana, o pó que acima está de toda mesa humana. Grandes Seres Humanos foram muitos e não poucos, como se crê entre a Humanidade, usualmente. Um Grande Ser que é um dos Grandes Mestres Maiores Da Terra, Grande Ser que falou de Paz, Verdadeira Paz, entre todas as etniias humanas, foi Martin Luther King. Vi a luta deste homem de onde eu estava e Minha Filha, Gaia, eternamente agradecerá a Ele pelo Grande Trabalho deixado em Sua Esfera Vital. A luta de Martin Luther King ecoa ainda pelos Planos Universais, pelos Ciclos Da Criação, Moldando Outros Movimentos, Fundando Novas Ações, Enriquecendo Múltiplas Evoluções, Aquecendo Variadas Revoluções. Não somente pela Terra, este planeta que Moldei, ele lutou; por toda a Criação, Irmãos Existenciais Inomináveis, ele lutou.

- Muitas Coisas Se Formaram das palavras dele, Seyin, Muitas Coisas Acima, Muitas Coisas Abaixo, Muitas Coisas Mais Abaixo. Erram alguns humanos em verem inferioridade em etnias que não são as suas; como Sabemos, a partir das Leis Evolutivas Da Criação, Nada É Superior A Nada, como vós mesmos dissestes.

- Nem Os Pais Das Esferas São Superiores Aos Filhos Das Esferas, Alyn. Quando um ser humano se eleva, assim como Martin Luther King, a uma Condição Existencial Essencialmente Plena De Idealizações Transcendentais, Seus Pés Demarcam Um Caminho Maior A Ser Seguido.

- O Caminho Dos Pacíficos...

- E O Caminho Finalizador Dos Existenciais Conflitos, Abeyraell.

- Entre as Fadas, o Ser que É Martin Luther King é considerado Ideraj Maner Laboa, Guardião Da Centelha Pacífica Terrestre, um dos Devrajas a organizarem A Evolução Das Raças Moldadas. Ele atuou em todos os aeons terrestres, nas Noites Cósmicas, nos Dias Cósmicos, sempre, junto a todos os Devrajas, em prol do Aprimoramento Humano. E um humano, um daqueles que procura Aprimorar, assassinou-o...

- Assim Quiseram Que Ocorresse Para A Melhor Função Da Equação Realizadora Da Lei Do Sacrifício Para Que Os Pés Mais Sacrificados Perpetuem Suas Marcas Em Solos Que Ensinam A Sacrificar-Se Em Nome Do Ideal Maior Das Essenciais Virtudes Do Ser Da Criação. Sorrindo, podemos Ver o Mestre Mrar Thin, conhecido sob vários nomes na Terra e Inconcebível Sob Nenhum Nome Nas Terras Ocultas, Aquele Que Foi Martin Luther King, Feliz Pelo Seu Sacrifício Em Prol Da Integração Elementar Dos Humanos Pés. O assassino dele tem-lhe o perdão. O assassino dele é-lhe um Irmão, que não podemos denominar Menor e muito menos Maior. Na Verdadeira Esfera Vital Da Criação, Não Há Menores, Não Há Maiores, Há Apenas Seres.

- De uma Forma Oculta, a Obra Sacrificadora de Martin Luther King, da Personalidade tomada no Plano Físico Terrestre pelo Mestre Mrar Thin em uma de suas muitas vindas à vivência com a Humanidade, está fazendo efeitos que já podem anunciar um certo Aprimoramento Humano.

- Tu sentes Os Pés Sacrificados Dos Mártires Terrestres Todos Caminhantes Sobre O Solo Oculto De Todas As Cidades, Bayn?

- Sinto, Seyin... As etnias humanas caminham para uma aproximação mais profunda, mais Real, mais isenta de qualquer preconceito. Mesmo que cresçam as crenças preconceituosas, racistas e neonazistas no seio de parcela da Humanidade Escrava De Kain, Habel Pode-Se Fazer Ouvir Sobre Todas As Peles. A Essência Daquele Que É, Que Ainda É, Martin Luther King, A Sorrir Entre A Humanidade Está. A Separatividade diminui e os crescentes elevados aumentos nos números de conflitos étnicos são apenas tentativas desesperadas dos Atrasados que tentam, nas Trevas Materiais, impedirem que os Pés De Habel Façam-Se Unos Com Os Humanos Pés. O que os humanos denominam "raças", como se dividir uma Coletividade fosse uma obra sã, se dilui cada vez mais. Entre nós, Alyn, que sempre Vemos a Humanidade sem as "diferenças raciais", não se fizeram, jamais, divisionamentos e expansões de preferências por Seres de uma determinada etnia humana. Os Seres Elevados e, também, pois Eles também são Seres, Os Seres Decaídos, Sempre Verão A Humanidade Como Uma Família Que Ainda Precisa Descobrir A Sua Verdadeira Integração Como Una Verbalidade Moldada.

- Os Humanos Pés Sangram Muito, Bayn... Eu, muito humana em muitas Existências, disso Sei... Eu, muito mais humana agora, próxima e já no Alto, disso Sei Mais... Eu, sendo humana, sendo Ser Elevado, Vejo que os Humanos Pés Ainda Vão Muito Mais Sangrar... Porém, Seres como Martin Luther King, O Mestre Encarnando-Se Para A Verdadeira Paz Entre Todas As Criaturas Humanas, O Mestre Como Todos Os Pacíficos Mestres Da Alta Senda Da Verdadeira Paz, Estarão Caminhantes Na Terra Para Aliviar Um Pouco O Humano Sangrar Dos Humanos Pés.