sexta-feira, novembro 03, 2006

Crimes Da Desumanidade


Se fossem formados Universos com os crimes cometidos pelas Humanidades Do Baixo, não caberiam em si mesmos os Inícios, os Meios e os Fins deles. Kain, A Força Violenta, sempre quererá subjugar Habel, A Força Suave. Mais do que uma lenda terrestre presente em um livro terrestre considerado sagrado, Kain e Habel representam Forças Da Criação interpretada à Luz Oculta Das Esferas. Violência E Suavidade Moldaram A Expansividade De Todas As Coisas No Seio Do Kosmos. Violência E Suavidade No Nascer Dos Astros. Violência E Suavidade No Nascer Dos Seres. Violência E Suavidade Na Eternidade E No Infinito De Todas As Coisas. Todos os crimes das Humanidades ressoa no Alto. Meu Pai Em Sopro, O Pai De Tudo Em Sopro, permite A Violência E Suavidade De Todas As Coisas. É necessária a Autoiluminação de todos os Seres Materiais para que se forme O Verdadeiro Compreender Da Força E Da Suavidade. Porém, A Desumanidade comete crimes que exaltam A Violência Formadora e diminuem A Suavidade Formadora. Princípio assim se calam. Princípios assim se desfazem.

Posso ver aqui no Véus Das Eras, no Vale Dos Tempos, as estâncias de cada crime humano terrestre que tendeu a desumanizar a Alma Humana. Mas, os termos Humanidade E Desumanidade são vazios, inomináveis são os seus Sentidos Maiores Ocultos. Humano. Desumano. Um ato humano é uma ato desumano. Os Verdadeiros Atos Humanos não são os atos que se compreendem como fatos neste mundo. Verdadeiros Atos Humanos são isentos de ambição. Verdades Atos Humanos,são isentos de interesses a mais. Verdadeiros Atos Humanos são isentos da Violência Formadora Das Coisas. Verdadeiros Atos Humanos são isentos da Suavidade Formadora Das Coisas.

Desumanidade é a grandiosa forma dos atuais atos humanos. Desumanidade é a falta de contato com A Essência Humana Verdadeira, A Essência Ascensória. Aos humanos é vedado O Participar Das Coisa Mais Profundas Do Alto. Eles, enquanto não alcançam um dos Degraus das inúmeras Escadas Evolutivas Da Ascensão Ao Alto, necessitam ser cegos para que O Sol Das Verdadeiras Verdades Da Verdadeira Verdade não os fulmine. O Sol Das Verdadeiras Verdades somente Visto é pelos Seres Do Alto. Em virtude de suas condições no Baixo, aos humanos que estão em um dos Caminhos Ascensórios pequenas Parcelas Da Luz Alta Dele podem ser Vistas. Os demais humanos, os praticantes dos Crimes Da Desumanidade, Os Crimes Das Esferas Baixas, sequer podem Ver um diminuto feixe da Luz.

Os Crimes Das Esferas Baixas, todos Eles, são os atentados contra a Evolução Humana. Tudo está Desequilibrado no Seio Das Humanidades Do Baixo. Abririam os Anjos Elevados os olhos humanos para esse Desequilíbrio. Abririam, se não fossem os humanos tão desequilibrados. É sinal de Desumanidade tudo que nos Véus Temporais estou a Ver... Guerras quedantes... Buscas quedantes... Falhas quedantes... Vitórias quedantes... Brilhos quedantes... Obscuridades quedantes... Queda, agora, ao lado da Desumanidade Da Humanidade, pode considerar-se O Nome Atual Das Humanidades. Por isso, a mim será tão difícil estender as minhas mãos e bater as minhas asas para todos que no Desequilíbrio Das Esferas Baixas, residindo na Terra, possuem tamanha tendência de União À Queda Humana. Mas, é com os Perdidos Seres Humanos, os mais atingidos pela Queda Humana que eu posso realizar A Missão desta minha Caminhada Nova. Para isso, aqui devo sempre estar se vou adentrar nos Abismos Humanos. Abismos que podem parecer Horizontes Altos para os que Neles afundam-se. Abismos que, para os Anjos Elevados, os demais Seres Superiores e os Anjos Caídos são Os Gritos De Socorro Das Huamnidades Do Baixo.

Gritam por socorro mesmo os que se crêem como senhores salvadores de si mesmos.

Gritam por socorro mesmo os que seguros se encontram em seu caminhar.

Gritam por socorro mesmo os que se tornam governantes de seus próprios atos.

São gritos humanos.

São gritos por Liberdade.

A Deusa Liberdade encontrada por Gilda Brahn.

A Deusa Liberdade que ao Cair encontrei.

A Deusa Liberdade ausente das Humanidades Do Baixo.

E, devo admitir, ausente em infinitos Seres Do Alto.

Sei, fui do Alto, disso.

Eu era Um Sem Liberdade No Alto.

Verdadeiramente mais livre agora, posso indicar aos que necessitarem As Chaves Das Moradas Da Deusa Liberdade.

Nenhum comentário: